QUIPEA
Apresentação

Quilombos no Projeto de Educação Ambiental (QUIPEA) tem como objetivo desenvolver ações de Educação Ambiental com as Comunidades Quilombolas presentes na Bacia de Campos, na perspectiva de fortalecer seus laços, sua identidade de resistência e sua participação nas decisões sobre o espaço onde vivem, especialmente nas ações que requerem licenciamento ambiental. Busca-se, nesse sentido, promover a discussão local sobre os problemas socioambientais, bem como a construção coletiva de soluções e ações mitigatórias para o meio ambiente e para a sociedade civil naquela região.

Participam do projeto 21 comunidades remanescentes de quilombos certificadas pela Fundação Cultural Palmares e que estão presentes em oito (8) municípios situados na região da área de influência dos empreendimentos da Shell: Sobara (Araruama/RJ); Maria Joaquina, Botafogo, Preto Forro e Maria Romana (Cabo Frio/RJ); Baía Formosa e Rasa (Armação dos Búzios/RJ); Boa Vista, Bacurau, Machadinha, Mutum e Santa Luzia (Quissamã/RJ); Aleluia, Batatal, Cambucá, Conceição do Imbé (Campos dos Goytacazes/RJ); Deserto Feliz (São Francisco de Itabapoana/RJ); Barrinha ( São Francisco de Itabapoana); Boa Esperança e Cacimbinha (Presidente Kennedy/ES) e Graúna (Itapemirim/ES).

No período de 2010-2011, o QUIPEA viveu sua primeira fase dedicada à sua inserção comunitária e à elaboração de uma agenda socioambiental. Em  2012, o projeto entrou na sua segunda fase de execução, dedicando-se a implementar as principais reivindicações: criação de uma Comissão Articuladora que representa as comunidades quilombolas; realização de seis seminários de formação de lideranças e de vinte cursos de capacitação técnica dos comunitários; realização de dois eventos culturais anuais para intercâmbio e fortalecimento de sua identidade e realização de um encontro regional para discussão e planejamento participativo da próxima fase do projeto.

Em maio de 2016 o projeto entrou em sua fase 3.

Estimulando a intensa participação comunitária na sua gestão, a equipe responsável pela execução das ações do QUIPEA conta com três (3) coordenadoras de campo e quatorze (14) apoiadores locais quilombolas. A consultoria contratada para executar o projeto é a Aecom.

 

 

 

 

c